Al Borde e Taller de Arquitectura estão confirmados no ArquiMemória 5

O coletivo peruano Al Borde e o escritório mexicano Taller | Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo confirmaram presença na quinta edição do Encontro Internacional sobre Preservação do Patrimônio Edificado – ArquiMemória 5. Evento acontecerá em Salvador, de 27 de novembro a 1º de dezembro. As participações dos arquitetos Andrea Bruno e Paulo Ormindo de Azevedo também estão certas.

Fundado em 2007, em Quito, pelos arquitetos David Barragán e Pascual Gangotena, o coletivo Al Borde atualmente é formado por Barragán, Gangotena, Marialuisa Borja e Esteban Benavides. Com dez anos de trabalho, o grupo coleciona prêmios, entre eles os prêmios de projeto do ano do Museu de Design de Londres (2015); prêmio global para arquitetura sustentável da LOCUS Foundation, em Paris (2013); prêmio de arquitetura schelling, de Karlsruhe, Alemanhã (2012); prêmio “Panorama Ibero-americano de Obras” na VII Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo, em Lisboa (2008), entre outros.

Al Borde realiza, desde 2012, o working in progress “Casa en construcción”, uma inovadora e provocadora estratégia de restauração e refuncionalização de um casarão no Centro Histórico de Quito, no qual funciona a sede do coletivo e onde moram alguns dos seus membros. “Casa en construcción” já recebeu diversos prêmios internacionais, com destaque para o Prêmio “Panorama Ibero-americano de Obras” da X Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo, realizada em São Paulo, em 2016, e o Prêmio Lafarge Holcim Acknowledgement America Latina, da Lafarge Holcim Foundation, em 2014.

O Taller | Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo é herdeiro das experiências profissionais desenvolvidas desde os anos 1990 por Mauricio Rocha nos campos da arquitetura, arquitetura efêmera, artes plásticas e museografia, às quais Gabriela Carrillo se incorporou em 2001. Às atividades profissionais, Mauricio Rocha e Gabriela Carrillo sempre associaram a atividade docente em universidades mexicanas e estrangeiras. Entre os projetos mais importantes do escritório, destacam-se: o Edifício Administrativo em San Pablo Oztopetec, Delegación Milpa Alta, na Cidade do México (2011); a Escola de Artes Plásticas da Universidad Autónoma Benito Juárez de Oaxaca, México (2008); Mercado de San Pablo Oztotepec, na Delegación Milpa Alta, Cidade do México (2003); e Centro de Atenção aos Deficientes Visuais, na Delegación Iztapalapa, Cidade do México (1999-2001).

O italiano Andrea Bruno atua há mais de 50 anos na restauração e reabilitação de edifícios e sítios de valor cultural em diversos países de três continentes. Consultor da Unesco em Restauração e Conservação do Patrimônio Histórico e Cultural desde 1974, realizou numerosas missões oficiais, especialmente no Oriente Médio e ao Norte da África. Desde 2002, é conselheiro da Divisão Cultural da Unesco para o Afeganistão.

Paulo Ormindo é professor titular da UFBA e foi presidente, por dois mandatos, do IAB-BA. Coordenou, por mais de 30 anos, a produção do inventário de proteção do Acervo Cultural da Bahia (IPAC-BA), experiência pioneira de inventário do patrimônio cultural. Apesar da atuação no campo acadêmico e institucional, a qualidade dos projetos arquitetônicos do arquiteto é reconhecida entre os colegas, com destaque para a restauração do Mercado Modelo e o Centro Cultural Dannemann, em São Félix, na Bahia.

Promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, através do IAB-BA, e pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (FAUFBA), através dos Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPG-AU) e do Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos (MP-CECRE), o ArquiMemória 5 dá continuidade aos eventos homônimos promovidos pelo IAB a partir da década de 1980, quando foram organizados os dois primeiros encontros (São Paulo, 1981, e Belo Horizonte, 1987). Nesta edição, o encontro faz referência ao 27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2020RIO, cujo tema é “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21”.