Depredação na Estação do Cesarão em Campo Grande no BRT Transoeste é sintoma grave da perda de controle na área de segurança

Após a prisão de 140 participantes numa festa promovida pelas milícias da Zona Oeste do Rio de Janeiro, a Estação do Cesarão na linha do BRT Transoeste foi depredada, por um incêndio, conforme mostra a foto. Pelos indícios, tudo indica que a ação é uma retaliação pela ação nessa festa das milícias da Zona Oeste. Tal ocorrência é grave e inaceitável, principalmente se a cotejamos com a Intervenção Militar, que já completou mais de um mês na Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, sem apresentar melhoras significativas nessa área.

O Instituto de Arquitetos do Brasil, departamento do Rio de Janeiro (IAB-RJ) considera que a questão da segurança tem profundas conexões com a territorialidade da cidade, e aponta a necessidade de que o planejamento dessas ações considere essa dimensão espacial. A percepção de segurança, que todos os cidadãos brasileiros tem direito precisa ser melhor equilibrada em todo o território da cidade. As infraestruturas de transportes precisam ser resguardadas pois elas impactam de forma determinante no cotidiano da população usuária, que já sofre com uma mobilidade limitada.

É fundamental atuar nessa área com inteligência e planejamento estruturado, identificando as proteções essenciais e importantes para a ampliação da sensação de segurança pretendida, dentre as quais estão certamente os sistemas de mobilidade da cidade. Jimmie Ward Authentic Jersey