Homenagem a Ivan Oest

* Por Heitor Derbli

Conheci o Ivan em 1973, entrando como estagiário do seu escritório com José Quintas Alves. Houve um grande Concurso de Arquitetura para sede da H. Stern e empate no Primeiro Lugar: Ivan Oest, sozinho e Amaro Machado com Marcos de Vasconcellos. Amigos, juntaram-se. Ivan era o chefe e moramos, literalmente, numa casa da Rua Garcia D’Avila emprestada pela própria H. Stern até mudarmos.

O famoso escritório da Rua Maria Angélica ficou pronto e premiado pelo IAB. Foram todos. Estávamos em 1974 e ficamos, Ivan e eu, até a casa ser demolida em 1978. Foram quatro anos em que foi âncora de Arquitetura do Rio, happy hours da melhor qualidade, trabalho, whisky, trabalho. Não era raro alguém passar de carro três da manhã, vindo de uma festa e encontrar loucos trabalhando e entrar para conversar.

Ivan criou o Botequim, na Visconde de Caravelas, com um escritório na casa ao lado. Continuamos a nos ver como amigos.

Quando almoçamos pela última vez, eu estava com minha filha, falou-me, ao saber que tenho um grande amigo que mora em AIX, que gostaria de morrer na Provance.

Ivan, quando voltar lá, vou acender um charuto como tantos que fumamos no Antonio’s, em homenagem a você e constatar que você não morreu; continua vivo dentro de cada um…


Ivan Oest de Carvalho morreu no dia 14 de junho de 2017.