IAB entrega prêmio aos vencedores do Concurso Estande Seul

O Instituto de Arquitetos do Brasil entregou na segunda-feira, 29 de maio, os prêmios aos vencedores do Concurso Estande Seul. A cerimônia, que aconteceu na sede do IAB-RJ, contou com a presença da equipe vencedora: Alexandre Kuroda, Renata Portelada, Thomas Takeuchi, Caio Cavalcanti e Isadora Tebaldi; além dos arquitetos Bruno Marinho e Luiz Marinho, autores do projeto classificado em terceiro lugar, e da Isabela Miranda e do Fernando Delgado, que receberam menção honrosa.

Antes da entrega dos prêmios, o presidente do IAB, Sérgio Magalhães, agradeceu aos participantes do concurso e a todos que trabalharam para o sucesso da competição. O arquiteto falou também da missão do espaço brasileiro no 26º Congresso Mundial de Arquitetura – UIA2017SEOUL: “O estande será o nosso cartão de visita para que o mundo dos arquitetos seja expressivamente saudade, em 2020, aqui no Rio de Janeiro.” Para Magalhães, o júri foi muito feliz na escolha dos trabalhos selecionados, e destacou a ideia do projeto vencedor de receber contribuições dos que estarão visitando a exposição através de apliques. “A proposta é muito positiva. Ela esteve, de certo modo, no estande da nossa candidatura, na África do Sul, quando os colegas expressaram, na própria língua, sobre a vinda ao Rio. Agora, em Seul, esperamos que essa participação seja efetiva e ampliada”, afirmou.

Segundo o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro, Jerônimo de Moraes, a escolha do projeto do estande brasileiro para o UIA2017SEOUL é um passo importante para a organização da próxima edição do Congresso Mundial de Arquitetura, que será no Rio de Janeiro: “Com todas as dificuldades que estamos passando hoje no Brasil, a promoção do concurso foi um esforço que merece parabenização. A participação do CAU/RJ sempre será no intuito de ajudar na construção do UIA2020RIO. O CAU saúda o IAB, que está na frente da organização do congresso, nas pessoas do Sérgio Magalhães e Pedro da Luz Moreira, presidente do IAB-RJ.”

Feliz com o resultado do concurso, Alexandre Kuroda, que também é professor do Centro Universitário da Belas Artes de São Paulo, agradeceu ao IAB e ao CAU/RJ pela promoção do concurso de ideias do estande brasileiro para UIA2017SEOUL e defendeu a realização de mais concursos de arquitetura. “Já participei de muitos escritórios, sempre participando de concursos. Acredito que a modalidade é a melhor para se selecionar projeto e traz à arquitetura novos ares e inovações. Essa foi uma oportunidade legal e fazemos força para que esse tipo de oportunidade apareça mais”, disse Kuroda.

Para participar do Concurso Estande Seul, Kuroda se uniu ao escritório Lab for Architectural Singularity (L.A.S), formado por Renata Portelada, Thomas Takeuchi, e aos estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Caio Cavalcanti e Isadora Tebaldi. Kuroda, Renata e Takeuchi são egressos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Mackenzie, que este ano comemora 100 anos do curso Arquitetura e Urbanismo e 70 anos da criação da FAU Mackenzie. A equipe trabalhou por mais de um mês no projeto, reunindo-se principalmente pela internet. A proposta surgiu após discussões sobre a logo do UIA2020RIO, além do pavilhão de Seul no UIA2014Durban e de referências do Sou Fujimoto, entre elas o Final Modern House. Um dos desejos do grupo era incluir a topografia carioca no projeto.

Organizado pelo IAB-RJ, com patrocínio do CAU/RJ, o concurso foi um passo rumo ao 27º Congresso Mundial de Arquitetura – UIA2020RIO, que será realizado no Rio de Janeiro, em julho de 2020. O congresso será o maior evento do Rio após as Olimpíadas. A expectativa do IAB é de receber entre 15 mil e 20 mil arquitetos de todo o mundo na capital carioca.

Com o tema “Todos os Mundos. Um só Mundo. Arquitetura 21”, o congresso conta com o apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), da Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA), da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP), da Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBEA), da Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA), da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo (ANPARQ), do Conselho Internacional dos Arquitetos de Língua Portuguesa (CIALP) e da Federação Pan-Americana de Associações de Arquitetos (FPAA).

Assista do estande brasileiro para o 26º Congresso Mundial de Arquitetura: