IAB-RJ Compartilha abre 2ª turma do curso de Gestão de Resíduos da Construção

O Programa de Educação Continuada IAB-RJ Compartilha está com inscrições abertas para a segunda turma do curso Gestão de Resíduos Sólidos da Construção Civil – Conceitos, Definições e Metodologia. As aulas estão previstas para os dias 27 de maio e 3 de junho e serão ministradas pelos instrutores da Evolutis Soluções Ambientais Daniel Viggiano Lago, Emiliano De Angelis Reis e Carolina Bugim.

Clique aqui para baixar a ficha de inscrição

O valor do investimento para se inscrever no curso é de R$ 550. Associados do IAB-RJ têm 20% de desconto e pagam R$ 440. O valor para estudantes é R$ 385. Há condições diferenciadas para inscrições de grupos: até quatro pessoas, desconto de 10%; cinco ou mais pessoas, a redução é de 15%. Ex-alunos e participantes dos eventos promovidos pelo Departamento têm 10% de desconto na matrícula. Os descontos são cumulativos até 40%. Para garantir a vaga, o interessado deve preencher a ficha de inscrição (clique aqui) e fazer o pagamento do curso, que pode ser através de depósito bancário, no cartão de crédito (PagSeguro) ou na própria secretaria do Departamento.

O objetivo do curso Gestão de Resíduos Sólidos da Construção Civil – Conceitos, Definições e Metodologia é introduzir e debater os principais conceitos, legislações e práticas adotadas no gerenciamento dos resíduos, integrando a concepção, planejamento e implementação de planos de gerenciamento de resíduos sólidos da construção civil, além de apresentar os principais impactos na disposição inadequada de resíduos no meio ambiente.

O gerenciamento adequado dos resíduos da construção civil resulta na redução dos impactos ambientais, na economia dos recursos naturais, geração de renda, entre outras vantagens para o meio ambiente e toda a sociedade. Por isso, o curso tem como público alvo arquitetos e urbanistas e profissionais graduados em administração, engenharia e em outras áreas que tenham interesse na de construção civil.

No município do Rio de Janeiro, o plano de gerenciamento de resíduos da construção civil é um documento essencial para o licenciamento das atividades de construção, reformas, ampliação, demolição e movimentação de terras no caso de edificações e demolições com área total construída igual ou maior que 10 mil metros quadrados ou empreendimentos com movimentação de terra no volume superior a cinco mil metros cúbicos.

“Os procedimentos de minimização da geração dos resíduos da construção civil devem constar no plano de gerenciamento de resíduos da obra, com o reaproveitamento dos materiais pelo uso de agregados. Tais medidas visam à redução do volume de resíduos encaminhados para a destinação. Isso significa redução de custos com transporte, armazenamento temporário e disposição final ambientalmente adequado dos resíduos em aterros”, explica Emiliano Reis.

A Evolutis Soluções Ambientais é uma empresa de serviços de gestão socioambiental preparada para atender os diversos segmentos da economia, cujo objetivo é promover a gestão ambiental em empreendimentos e atividades geradoras de resíduos, treinamentos para equipes e capacitação e monitoramento de programas ambientais.

Sobre os instrutores

Daniel Viggiano Lago

Biólogo especialista em Meio Ambiente, Pós-graduado em Gestão Ambiental pela Escola Politécnica da UFRJ/PNUMA, Responsável Técnico da Evolutis Soluções Ambientais. Possui experiência na área de gestão de resíduos e implementação de protocolos de qualidade e biossegurança em laboratórios de pesquisa na FIOCRUZ- RJ; integrou a equipe técnica do projeto Observatório da Coleta Seletiva Solidária (CEPERJ-INEA); analista ambiental do ICMS ECOLÓGICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, experiência na elaboração de Planos de gerenciamento de Resíduos, Implementação de Coleta Seletiva e licenciamento ambiental.

Carolina Bugim

Carolina Bugim Ruel Vergnano é Arquiteta e Urbanista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e LEED AP (profissional acreditada pelo US Green Building Council) desde 2011. Possui Master of Science degree em Restauração e Valorização pelo Politecnico di Torino, Itália, MBA em Gestão do Ambiente e Sustentabilidade pela FGV e MBA em Gestão de Projetos pelo IBMEC. Possui ampla experiência profissional em sustentabilidade voltada para a construção civil, atuando como consultora em certificações como LEED, AQUA e PROCEL, assim como no desenvolvimento e implementação de práticas sustentáveis em projetos e canteiros de obras.

Emiliano De Angelis Reis

Biólogo e Mestre em Ciências Biológica do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA-AM), fez o curso de Capacitação em Gerenciamento de Resíduos de Saúde pela UNB- DF. Possui experiência na área de Zoologia e Gestão Ambiental na qual elaborou inventário florestal com elaboração de EIA/RIMA para aeroporto internacional do Galeão – RJ e Laudo de Cobertura vegetal do Aeroporto Santos Dumont, RJ, participou da Elaboração de Planos de Gerenciamento de Resíduos e Licenciamento ambiental. Coordenador na Coordenadoria de Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais na Fundação CEPERJ, atuando em projetos na área de políticas públicas de meio ambiente como a o projeto Observatório da Coleta Seletiva Solidária do Estado do Rio de Janeiro em colaboração com o Programa de Coleta Seletiva Solidária desenvolvido pelo INEA, pesquisador responsável pela análise, avaliação e consolidação dos dados do ICMS ECOLÓGICO do estado do Rio de Janeiro, encontra-se nomeado pela fundação CEPERJ como Suplente para a Comissão do Zoneamento Ecológico- Econômico do Estado do Rio de Janeiro.