Nota do IAB-RJ sobre equívoco do Museu Guggenheim, em Bilbao

Edifícios da sede da ONU, em Nova York: projeto contou com participação fundamental de Niemeyer

O IAB-RJ vem a público lamentar um grave equívoco cometido pelo Museu Guggenheim, em Bilbao (Espanha). Em exibição aberta ao público até meados de maio de 2012, que tratava da “Cronologia Didática” da arquitetura, o Museu apresentava o projeto da sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York, como de autoria única de Le Corbusier. O edifício é resultado da junção de projetos de Corbusier e Oscar Niemeyer, que sequer era citado na exposição.

Após contato do arquiteto Paulo Igreja, a gerência da Fundação Guggenheim, representada pela coordenadora de atenção ao visitante do Museu de Bilbao, Andone Narváez, garantiu que o equívoco foi percebido. Entretanto, a exposição seria desmontada até o fim da semana que se encerrou em 26 de maio, e a correção não seria feita.

Ainda nessa mensagem, Andone Narváez garantiu que o material será corrigido, caso a exposição volte a ser aberta ao público em data não definida.

O IAB-RJ lamenta o equívoco da Fundação Guggenheim, que mantém alguns dos mais importantes museus do mundo, e ressalta a importância da autoria de Oscar Niemeyer para a configuração da sede da ONU.